“O Lago dos Cisnes”

Um dos mais célebres bailados de todos os tempos sofreu uma série de percalços na sua estréia e nos anos subseqüentes. Decorreram várias décadas até que fosse apresentado integralmente e o público pudesse assistir a toda a beleza de sua música.
Em 4 de março de 1877 foi apresentada uma versão reduzida, com grande parte da música de Tchaikosky cortada e substituída por números de outros bailadores. Essa estréia ocorreu no Bolshoi de Moscou. O compositor concluíra a obra em março de 1876. Além disso, todo o elenco era de segunda classe. Tudo isso despertou  a falta de interesse do público.
Em 1880 e 1882, com nova coreografia de Olaf  Hansen ( a coreografia de 1977 foi de Julius Reisinger), foram apresentadas versões reduzidas, que também não agradaram. O Segundo Ato foi apresentado em São Petersburgo em 29 de fevereiro de 1894, já com coreografia de Ivanov. Finalmente, em 17  de janeiro de 1895, no mesmo Teatro Marinsky, de São Petersburgo, foi apresentação o bailado na integra.
O Lago dos Cisnes foi apresentado pela primeira vez no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, numa versão reduzida em dois atos e três cenas, em 22 de outubro de 1913, na temporada da Companhia de Bailados Russos, com Nijinsky e Karsavina nos principais papéis. Completava o programa o ballet Cleópatra. Depois disso, foram apresentados trechos do bailado, especialmente o segundo ato e o famoso pás de deux do terceiro ato intitulado O Cisne Negro. Em 30 de outubro de 1959, em espetáculo repetido em 1 a 5 de novembro, o Corpo de Baile do Teatro Municipal do Rio de Janeiro apresentou, pela primeira vez na América Latina, o ballet completo, tendo como principais personagens Bertha Rozanova, Aldo Totufo e Arthur Ferreira. Daí para cá, o bailado integral já foi levado à cena no nosso principal teatro cerca de quarenta vezes.
O enredo do bailado tem origem em uma lenda alemã e conta a história do amor do Príncipe Siegfried por Odetew, que um feiticeiro transformara em cisne, e que só pode voltar à forma humana à noite. Jurando-lhe eterno amor, Siegfried quer livrar Odete do feitiço. Mas o feiticeiro, Von Rothbart, leva sua filha Odília, muito parecida com Odete, ao baile em que Siegfried deveria escolher sua noiva. O príncipe se deixa enganar e jura amor também a Odília. No fim, descoberto o engano, o amor vence o mal e Siegfried e Odete podem viver seu amor.
O papel duplo Odete-Odília (quase sempre representado pela mesma bailarina), a antítese bem-mal, é visto por muitos críticos, como a dupla personalidade do Dr. Jekyll e mr. Hyde, do célebre O Médico e o Monstro.
Este bailado é o sonho da maioria das bailarinas profissionais.
Personagens: Odete-Odília, Príncipe Siegfried, Von Rothbart, o Feiticeiro, rainha Mãe, Wolfgang, Mestre de Cerimônias, Bobo da Corte.

lago-dos-cisnesUm dos mais célebres bailados de todos os tempos sofreu uma série de percalços na sua estréia e nos anos subseqüentes. Decorreram várias décadas até que fosse apresentado integralmente e o público pudesse assistir a toda a beleza de sua música.

Em 4 de março de 1877 foi apresentada uma versão reduzida, com grande parte da música de Tchaikosky cortada e substituída por números de outros bailadores. Essa estréia ocorreu no Bolshoi de Moscou. O compositor concluíra a obra em março de 1876. Além disso, todo o elenco era de segunda classe. Tudo isso despertou  a falta de interesse do público.

Em 1880 e 1882, com nova coreografia de Olaf  Hansen ( a coreografia de 1977 foi de Julius Reisinger), foram apresentadas versões reduzidas, que também não agradaram. O Segundo Ato foi apresentado em São Petersburgo em 29 de fevereiro de 1894, já com coreografia de Ivanov. Finalmente, em 17  de janeiro de 1895, no mesmo Teatro Marinsky, de São Petersburgo, foi apresentação o bailado na integra.

O Lago dos Cisnes foi apresentado pela primeira vez no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, numa versão reduzida em dois atos e três cenas, em 22 de outubro de 1913, na temporada da Companhia de Bailados Russos, com Nijinsky e Karsavina nos principais papéis. Completava o programa o ballet Cleópatra. Depois disso, foram apresentados trechos do bailado, especialmente o segundo ato e o famoso pás de deux do terceiro ato intitulado O Cisne Negro. Em 30 de outubro de 1959, em espetáculo repetido em 1 a 5 de novembro, o Corpo de Baile do Teatro Municipal do Rio de Janeiro apresentou, pela primeira vez na América Latina, o ballet completo, tendo como principais personagens Bertha Rozanova, Aldo Totufo e Arthur Ferreira. Daí para cá, o bailado integral já foi levado à cena no nosso principal teatro cerca de quarenta vezes.

O enredo do bailado tem origem em uma lenda alemã e conta a história do amor do Príncipe Siegfried por Odetew, que um feiticeiro transformara em cisne, e que só pode voltar à forma humana à noite. Jurando-lhe eterno amor, Siegfried quer livrar Odete do feitiço. Mas o feiticeiro, Von Rothbart, leva sua filha Odília, muito parecida com Odete, ao baile em que Siegfried deveria escolher sua noiva. O príncipe se deixa enganar e jura amor também a Odília. No fim, descoberto o engano, o amor vence o mal e Siegfried e Odete podem viver seu amor.

O papel duplo Odete-Odília (quase sempre representado pela mesma bailarina), a antítese bem-mal, é visto por muitos críticos, como a dupla personalidade do Dr. Jekyll e mr. Hyde, do célebre O Médico e o Monstro.

Este bailado é o sonho da maioria das bailarinas profissionais.

Personagens: Odete-Odília, Príncipe Siegfried, Von Rothbart, o Feiticeiro, rainha Mãe, Wolfgang, Mestre de Cerimônias, Bobo da Corte.

Anúncios

4 Respostas to ““O Lago dos Cisnes””

  1. NOSSA ,adorei!quandu eu crescer quero ser igual a bailarina da foto ,to quaze chegandu lá rsrsrsrsrs

  2. nossa eu queria musica ouvir mais vcs so tem para ler que “@#$%&**”

  3. Gostaria de saber quando acontecerá uma apresentação de ballet no teatro Municipal do Rio de Janeiro

  4. adoroo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: